Resenha escrita por Zélia Torrezan*

Se você anda procurando por um livro que te dê um chacoalhão e te tire da inércia, é com muito prazer que te apresento Start, uma obra que já na capa te convida a dar um soco na cara do medo e fugir da média para trabalhar no que te interessa. Ousado? Sim, tanto quanto a carreira do escritor.

Jon Acuff é hoje um autor com cinco livros publicados, dois deles best sellers do The New York Times. Ele também mantém diversos blogs, e em 2009 usou a influência de um deles e de suas redes sociais para levantar U$60,000 para construir duas escolas infantis no Vietnã.

Mas, a vida nem sempre foi assim. Por 19 anos, Jon trabalhou entre baias, sendo redator para empresas como Home Depot e Staples. Durante esse tempo, ele pulou de emprego em emprego sempre achando que o próximo seria o ideal, até que enfim decidiu ouvir seus desejos interiores e construir seu emprego dos sonhos do zero.

Já adianto que ler Start vai ser muito difícil: você vai ter vontade de largar a leitura a todo momento para arregaçar as mangas e colocar em prática os cinco passos que Jon apresenta para alcançar seu objetivo, seja ele qual for: abrir seu negócio, se tornar uma escritora, chef de cozinha, não importa. Sem fórmulas mágicas, o único segredo aqui é um conselho que você já sabe: comece. Mas, começar apenas não basta, por isso Jon vai dando orientações para que o caminho seja mais organizado e para que você não precise cair nas mesmas armadilhas que ele já se meteu e que compartilha ao longo do livro.

Com uma linguagem animada, muitas vezes até sarcástica e encaixando aqui e ali pílulas de sabedoria de sua esposa (uma baita companheira nessa jornada), Jon conversa com você durante todo o livro. Primeiro, ele te ajuda a eliminar todos os medos possíveis com exercícios que farão você rir das besteiras que pensava antes de começar um projeto e depois ele te guia pelas cinco etapas que fizeram com que ele largasse o emprego entediante e se tornasse aquilo que sempre sonhou: um escritor e palestrante por tempo integral. Elas são: Aprendizado, Foco, Domínio, Colheita e Orientação. Cada etapa tem um pouco do que o próprio nome sugere, mas o livro vai além disso e nesse ponto, acho melhor não dar spoilers. 😉

Outro aspecto bacana é que o Jon é um cara que veio da internet. Blogueiro e tuiteiro desde o início, ele sabe como usar essas ferramentas a seu favor. Portanto, esse é outro bônus do livro: ele traz dicas para explorar a internet para alavancar seu negócio. E ele toma o cuidado de dar conselhos que vão além do genérico, de modo que não fiquem datados com a chegada ou saída de algumas plataformas.

Por fim, outro aspecto que é super interessante na construção do raciocínio é a forma como ele utiliza metáforas que facilitam a compreensão e fazem com que você se identifique com aquela ideia. Uma delas, por exemplo, é a forma como ele fala que você precisa ter um “Central Park” na sua cabeça para que, mesmo no turbilhão de tarefas, tenha um espaço “verde” (assim como em Nova York), em que possa parar, respirar e relaxar antes de voltar a mergulhar de novo. Dessa forma, você é capaz de seguir em frente com as atribulações do dia-a-dia sem se deixar engolir pela selva de pedras.

Gostou? Então, mãos à obra! Comece lendo o Start e depois venha contar pra gente o que você começou com as dicas do Jon.

Até a próxima!

*Zélia Torrezan é publicitária, formada em Comunicação Online pela FAE. Esteve por dez anos atuando em agências como gerente de projetos e planejamento e hoje trabalha como freelancer, além de se dedicar a projetos paralelos voltados à literatura como o 52livros.com.

Fonte da imagem ilustrativa do post (1)

Comentários

Comentários