A alimentação atua em cada parte do nosso corpo e influencia muito nossas atitudes no dia a dia – mesmo que a gente nem perceba. Segundo a revista Psychology Today, alguns alimentos são capazes de estimular funções cerebrais e colaborar para o raciocínio, a memória e a circulação sanguínea. Ou seja: apostando em boas combinações na hora das refeições, dá para pensar melhor sobre as suas tarefas, resolver problemas com rapidez e, ainda, ser mais produtiva.

Quer saber como você pode melhorar seu desempenho no trabalho ou em qualquer atividade com a ajuda da alimentação? Confira a nossa lista de alimentos que aumentam a produtividade:

Salmão

Esse peixe é rico em ferro, vitaminas e ômega 3, uma substância que atua diretamente no sistema cerebral, garantindo as vitaminas necessárias para um bom processo cognitivo. Além disso, a carne branca ajuda a fortalecer a memória e combate a depressão, ajudando você a ficar mais disposta para todas as atividades – inclusive aquelas cansativas ou rotineiras.

Dica de preparo: Temperar o peixe com limão e pimenta é uma boa ideia para realçar o sabor. Aposte em receitas cozidas ou assadas, para evitar o risco de qualquer infecção ou problema alimentar.

Ovos

Os ovos são ricos em uma vitamina do complexo B chamada colina, que atua na formação da acetilcolina, um neurotransmissor responsável pela memória. O consumo regular de ovos também permite o fortalecimento da cognição, do tempo de resposta aos estímulos externos e da atividade muscular.

Dica de preparo: o ideal é deixar o ovo frito de lado, por conta da quantidade de gorduras. Prefira consumir ovos cozidos, com um pouco de sal, ou ovos poché (cozidos sem a casca). Mas, se as receitas da frigideira forem suas favoritas, prepare seus ovos fritos ou mexidos com pouca quantidade de óleo e escolha versões com mais nutrientes, como o azeite extravirgem.

Chocolate amargo

Sim! O nosso doce predileto é benéfico para o sistema nervoso – mas a quantidade e o tipo de chocolate devem ser levados em consideração. Consumir um pedaço pequeno de chocolate amargo ajuda você a ter mais foco e energia, por conta da cafeína que o alimento contém. O magnésio também faz parte da composição do chocolate, ajudando a aliviar o estresse.

Dica de preparo: com o chocolate, não tem segredo. Mas o melhor é consumi-lo após o almoço ou durante uma pausa entre as refeições, para acabar com aquele desejo por doces e não acabar comendo demais fora de hora.

Chá Verde

A bebida é rica em fibras e nutrientes que aumentam a energia, mas sem prejudicar o sistema cardiovascular como o café e os energéticos. Apostar em uma boa xícara de chá pela manhã permite que você fique mais disposta e, ainda, melhore a atuação dos antioxidantes no corpo.

Dica de preparo: um dos tipos de chá verde mais famoso dos últimos tempos é o Matcha. As folhas são processadas em um pó que mantém os benefícios originais da planta e, para consumir, basta adicionar água e mexer bem. Se preferir, você pode beber o Matcha gelado, deixando a mistura por 30 minutos na geladeira e adicionando cubos de gelo em um copo alto na hora de servir.

Abacate

Para estimular a circulação (um dos fatores que mais influencia a produtividade cerebral), consuma alimentos ricos em ômega 3, como o abacate. Essa fruta é ideal para manter as células jovens e flexíveis, com boa irrigação sanguínea.

Dica de preparo: o creme de abacate é uma opção saborosa para o lanche da manhã. Adicionar a fruta em saladas ou combiná-la com oleaginosas (como as amêndoas, castanhas ou nozes) também é uma forma de aumentar os benefícios.

Banana

A glicose é uma das substâncias que mais estimula a energia e, consequentemente, promove um aumento do seu desempenho físico e mental. Mas não precisa encher as suas receitas de açúcar: frutas como a banana são fontes saudáveis desse componente. Ao incluir a banana na alimentação, você melhora os níveis de glicose e estimula a atividade cerebral sem abusar dos carboidratos de outros alimentos.

Dica de preparo: aposte na banana como um lanche entre o café da manhã e o almoço. A fruta também pode ajudar a emagrecer e melhorar o funcionamento do intestino, se for combinada com cereais integrais.

Frutas vermelhas

Essas frutinhas – que incluem o morango, o blueberry, a framboesa e a cerejas – são essenciais no combate às doenças neurodegenerativas. Consumir frutas vermelhas também ajuda a melhorar as conexões entre as células neurais e reduz problemas de memória.

Dica de preparo: você pode consumir frutas vermelhas no café da manhã, combinadas com cereal e iogurte natural, no lanche da manhã ou como um recheio mais saudável para doces, bolos e tortas.

Brócolis

O vegetal é um grande aliado do sistema imunológico, mas também possui propriedades que deixam o cérebro mais ativo. Rico em vitamina K e ácido fólico, o consumo do brócolis é indicado em todas as idades, para que o cérebro não sofra com os efeitos do envelhecimento.

Dica de preparo: brócolis preparado no vapor, com poucos condimentos, é um excelente complemento para carnes, arroz e outros pratos quentes.

Incluir esses alimentos na sua dieta é uma maneira de te ajudar a ter uma rotina mais produtiva. Sem contar que preparar refeições em casa e pensar com cuidado na própria saúde é uma forma de manter a mente sempre funcionando, não é?

Fonte da imagem ilustrativa: (1)

Comentários

Comentários