Ser freelancer traz uma opção que agrada muita gente: a possibilidade de fazer home office. Poder trabalhar de casa, usando roupas confortáveis, aproveitando o tempo ao máximo, sem precisar encarar o trânsito que a ida até o escritório exige. Esses são alguns benefícios de se trabalhar de casa, sim!

Porém, o home office também conta com algumas dificuldades, como interrupções, dificuldades para se concentrar, solidão, etc.

A seguir, você confere algumas dicas para tornar o seu momento de home office o mais produtivo e inspirador possível. Confira:

7 dicas para freelancers que fazem home office

home office3

1- Aproveite o fato de você estar sozinha para produzir

Sim, trabalhar de casa pode ser solitário. No escritório tradicional você consegue trocar uma ideia com os colegas durante um cafezinho, tirar dúvidas com as pessoas que sentam na mesa do lado, etc. No home office é você, seu pet e — se você não morar sozinha — algum membro da família que volta e meia passa pra pedir alguma coisa.

Isso pode ser desesperador para muita gente! Uma pesquisa publicada em 2014 na Science Magazine descobriu que a maior parte das pessoas prefere receber choques a ficar só, sem poder socializar. Isso por que nós nascemos para socializar.

Na sequência deste texto, vou falar sobre a importância de socializar sendo uma freelancer que faz home office. Porém, agora, quero que você entenda que passar por momentos sozinha também pode ser bom. O importante é saber como aproveitar essas situações.

Use esses momentos sozinha para produzir. Já que você não tem outras distrações, invista a sua energia em terminar rapidamente os materiais que precisam da sua atenção. Deixe o celular de lado, feche as abas do seu navegador e faça o que precisa ser feito. Estar sozinha e em silêncio te permite ser muito mais produtiva.

2- Analise o seu horário mais produtivo e use-o a seu favor

Você sabe qual é o horário do dia no qual a sua produtividade está mais alta? Eu, por exemplo, trabalho muito melhor de manhã, tenho uma queda de produtividade logo depois do almoço, e volto com tudo por volta das 15h.

Como você é freelancer e faz home office, tem mais liberdade para trabalhar nesses horários e usar as janelas pouco produtivas para outras atividades. Existe um teste que pode te ajudar a descobrir qual é o perfil do seu relógio biológico. Para fazê-lo, clique aqui.

cadastronews1

3- Depois de descobrir qual é o seu horário mais produtivo, crie uma rotina

Você descobriu quais são os momentos de pico de produtividade no seu dia? Então crie a sua rotina a partir deles. Isso mesmo, rotina. Criar hábitos é extremamente importante para quem está fazendo home office.

No tópico anterior eu falei quais são os meus horários mais produtivos. Como eu já me conheço, crio a minha agenda de acordo com as minhas características. De manhã, por exemplo, eu escrevo. Acordo, tomo café enquanto leio e, na sequência, sento para trabalhar. Eu procuro não fazer reuniões nesse horário, porque não quero perder o meu tempo criativo.

Como depois do almoço eu tenho mais dificuldade para escrever, uso esse período para fazer reuniões, ou então alguma outra atividade mais tranquila (editar algum vídeo, procurar fotos que ilustram posts, ler notícias, etc).

Dessa maneira, eu consigo criar uma rotina. Sugiro que você faça o mesmo, levando em consideração as suas características pessoais.

Se você descobriu que o seu horário mais produtivo é no final do dia, tudo bem, você pode segui-lo. O importante é criar o hábito de sempre sentar para trabalhar no mesmo horário e respeitar as entregas dos clientes 😉

4- Tenha um ambiente de trabalho

A partir do momento que você decidir fazer home office, deve destinar um espaço especial da sua casa para realizar suas tarefas. Pode ser aquela escrivaninha no quarto, pode ser um cômodo inteirinho, pode ser na mesa da sala.

Mesmo estando em casa, você está trabalhando. Portanto, o seu ambiente precisa ser organizado para te ajudar a ser a melhor freelancer possível. Sério, nada dessa história de ficar trabalhando da cama, ou então do sofá.

Se você não sabe muito bem o que fazer para deixar o seu home office com mais cara de escritório, aqui vai uma dica: uma cadeira ergonômica já traz uma diferença considerável pro ambiente. Invista numa de qualidade!

home office4

5- Defina dias da semana nos quais você trabalha fora de casa

Pode ser que o seu home office seja lindo, num cantinho da casa destinado especialmente ao trabalho. Porém, mesmo assim, sugiro que você saia pelo menos uma vez por semana para socializar. Isso é importante para a sua saúde mental e também para aumentar a sua criatividade!

Conversar com outras pessoas, ver novidades e discutir pontos de vista são atividades fundamentais, principalmente para as pessoas das áreas criativas. Os cafés costumam ser ótimos aliados das freelancers que querem passar o dia fora do home office. Além deles, sugiro fortemente que você frequente algum espaço de coworking.

Trabalhar num escritório compartilhado, mesmo que apenas uma vez na semana, faz com que as pessoas te conheçam. Ter uma rede de contatos é importantíssimo para quem é prestadora de serviços. Assim, você consegue novos clientes e pessoas que podem te indicar para possíveis trabalhos.

O Beer or Coffee é um site que permite que você trabalhe cada dia de um coworking diferente na sua cidade. Isso é excelente para aumentar a sua rede de contatos!

6- Preste atenção no seu visual

Sabe aquela brincadeira de que freelancer só veste a parte de cima da roupa para fazer a reunião de Skype e continua usando pijama por baixo? Apesar de ser engraçadinha, essa situação não é saudável para o dia a dia de quem faz home office.

Se você fosse para um coworking ou café, provavelmente se arrumaria minimamente, certo? Procure fazer isso quando está em casa também. O fato de tirar o pijama e colocar uma “roupa de trabalho” (que pode ser uma peça confortável!) e pentear o cabelo já mandam um sinal internamente de que você está fazendo algo sério.

7- Imponha limites para os familiares

Quem mora com a família (principalmente familiares que já são aposentados, ou então que não trabalham fora) costuma sofrer para fazer com que todos entendam que, mesmo em casa, você está trabalhando.

As pessoas acham que podem conversar contigo, pedir favores, etc. A dica é criar alguns códigos internos, que mostram quando você pode ser interrompida ou não. Por exemplo: porta fechada ou fone de ouvido, significam que algum trabalho está sendo desenvolvido.

Comentários

Comentários