Os erros fazem parte da vida profissional. Escolher determinados caminhos e depois se arrepender é algo que vai acontecer com frequência na sua trajetória. E o erro não deve ser visto como algo ruim. Ao cometê-lo, você aprende na prática como deve se posicionar.

Porém, existem algumas coisas atitudes bobas que podem ser evitadas. Se alguém já passou por elas e pode te dar uma luz para que você não cometa as mesmas mancadas, excelente, né?!

A ideia desse texto é justamente essa: te mostrar alguns erros que costumam ser cometidos por freelancers iniciantes. Leia os tópicos com atenção e evite-os, independente do momento da sua carreira.

kaboompics_Woman working on a laptop while enjoying a breakfast coffee and chocolate in bed

Erros de freelancers iniciantes que você pode evitar

Trabalhar sem contrato

Esse é um erro muito cometido por iniciantes (e por quem já está na vida de freela por mais tempo também!). Antes de começar a fazer um trabalho, tenha um contrato por escrito, assinado por você e seu cliente. Nele, coloque as obrigações de ambas as partes, bem como as datas em que o trabalho deve ser entregue e o dia e a forma de pagamento.

O contrato é extremamente importante nesse formato de trabalho. Com ele, você diminui as chances de fazer um job e no final das contas não receber por ele. Além disso, se protege de “refações” em excesso pedidas pelo cliente.

Gastar todo o dinheiro

Freelancers iniciantes costumam ficar muito animados com o pagamento pelos jobs e acabam gastando todo esse dinheiro, sem poupar nada. Se você pretende adotar esse lifestyle, precisa economizar. É sério!

Ser prestadora de serviços significa que em alguns meses você terá muitos trabalhos, enquanto em outros não. Portanto, precisa ter grana para esses momentos. Um jeito prático de guardar dinheiro é usando ferramentas de investimento como o Warren, por exemplo, que te ajuda a criar um fundo de emergência em poucos passos.

Atender todo tipo de trabalho que aparece pela frente

Todo freelancer fica feliz quando um possível cliente aparece. Porém, antes de dizer sim para a oferta é interessante analisar alguns aspectos:

  • o valor que estão pagando é justo pelo tanto de empenho que o job exige?
  • o prazo pedido pelo cliente faz sentido?
  • a quantidade de trabalho não vai atrapalhar as entregas dos outros jobs?
  • esse freela realmente faz sentido, ou é apenas uma forma de ganhar dinheiro rapidamente?

Se você pretende se estabelecer como freela, deve começar a pensar no seu nicho. Basicamente, nicho é a união de: o que o mercado precisa, o que você sabe fazer o que você gosta de fazer.

Nicho de mercadoCERTO

Nós criamos um material especial que te ajuda a chegar no seu nicho. Para baixá-lo gratuitamente é só clicar no banner.

cadastronews1 (2)

Oferecer prazos nada a ver

Uma crítica que recai com frequência sobre os prestadores de serviço são os atrasos. Isso pode fazer com que você perca o cliente, além de sujar a “classe dos freelancers” (muitas empresas desistem de trabalhar com esses profissionais, justamente para evitarem essa falta de comprometimento).

Não seja amadora atrasando os seus jobs. Para isso, entenda o seu ritmo de trabalho e preste atenção na hora de oferecer um prazo para o cliente.

Não ter a empresa oficializada

A maior parte das pessoas começa a prestar serviços sem se profissionalizar. Acontece que não ter um CNPJ e a possibilidade de emitir notas fiscais pode fazer com que você seja obrigada a dispensar determinados trabalhos.

Portanto, assim que decidir que vai trabalhar como freela, abra a sua empresa, crie uma conta bancária exclusiva para receber os seus pagamentos e seja profissional.

Não saber precificar

Um erro cometido com frequência por quem está começando a trabalhar como prestador de serviços é passar preços equivocados. Preste atenção na hora de precificar, para não correr o risco de oferecer um valor muito baixo — que pode te deixar no prejuízo, ou então passar a impressão de que você é uma profissional desqualificada e por isso muito barata — ou então muito alto — que afasta clientes interessantes.

Não ter rotina

As flexibilidades da vida de freela são maravilhosas, porém é importante manter algumas rotinas. Neste outro texto, falamos sobre um teste que demonstra em qual horário do dia você é mais produtiva. Depois de descobrir o seu perfil, procure manter alguns hábitos simples, como se vestir para trabalhar, fazer as tarefas sempre no mesmo horário, etc.

Rotinas parecem chatas, mas elas são importantes e garantem que você consiga entregar todos os trabalhos que precisa na data certa e mantenha o profissionalismo como prestadora de serviços.

cadastronews1 (4)

Comentários

Comentários