Quem já está em clima de férias por aqui? o/ Dia desses, estava dando uma olhada no Instagram e me deparei com fotos de umas cangas muito lindas. Pesquisando, descobri que elas era da Areia, marca curitibana comandada pela Natasha Costa, que oferece cangas pra lá de estilosas e práticas.

Sério, me apaixonei completamente! Além de elas terem estampas muito bonitas, as cangas oferecem um diferencial: têm uma toalha e um bolso, que garantem que o acessório seja muito útil na praia.

Conversei com a Natasha para conhecer mais sobre a marca e entender quais foram as suas motivações para tirar essa marca pra lá de colorida do papel. Confira a entrevista com ela e não deixe de garantir a sua Areia Cangas antes de entrar em férias.

Foto72

1- Quem é Natasha Costa?

Eu sou publicitária, mas sempre tive um pé na costura. Desde pequena inventava roupas de boneca, caminha para o meu cachorro e então ia até a minha avó para ela fazer. Vixe, inventava tanta coisa e sobrava tudo para ela! E hoje, com 27 anos, continuo “inventando moda”. Sempre gostei muito de criar e fazer trabalho manual. Além disso, gosto muito de praia e surfe, nada melhor do que ficar horas no mar ou deitada em uma canga olhando para o céu sem preocupação, não é verdade?!Natasha2

2- De onde surgiu a ideia de começar a produzir as cangas? Quando foi isso?

Foi por meio de um grupo no Facebook. Uma menina estava procurando alguém que vendesse canga com toalha. Naquela época, já sabia que queria ter algo meu voltado para costura, então estava “atirando” para todos os lados e falei que fazia. Acho que foi há um ano e meio, mais ou menos.

3- Como foi o processo de transformar essa ideia em um negócio de fato?

Sabe o assunto ali de cima? Então, comentei um dia com o meu noivo e foi ele que me incentivou, aliás, me ajudou com o maior diferencial da Areia: os bolsos das cangas atoalhadas. E foi assim, sem pensar, que eu iniciei a marca que eu tanto queria. Lembro que foi uma correria, eu tinha que criar nome, correr atrás de tudo para poder aproveitar o verão que estava próximo.

Foto60

4- Me conte sobre o processo criativo da Areia. Quem é a pessoa responsável por pensar nas estampas, nomes, etc?

Eu sou a responsável por toda a parte criativa da Areia. Definimos as estampas, depois fico olhando para ela e pensando qual praia ela lembra. Todas as nossas cangas têm nome de praias brasileiras, com objetivo de reforçar nosso posicionamento, em ser uma empresa 100% daqui.

5- Como está a aceitação do público? Quais são os feedbacks de quem compra uma Areia?

É muito legal ver as pessoas felizes com a nossa marca. Sempre tivemos feedbacks positivos e ficamos muito feliz com isso! O que mais escuto é sobre a praticidade do bolso e sobre nossas estampas, que eu amo também, né?!

areia cangas1

6- Que dicas você daria para as leitoras que têm vontade de começar um negócio e vender um produto?

Persistência. Para mim, essa palavra resume o empreendedorismo.

7- Pelo que entendi, você tem a Areia, mas além disso também trabalha com uma agência, correto? Como você concilia as suas duas funções?

Sim! No começo foi bem difícil, eu chegava da agência à noite e ia organizar as coisas da Areia, ficava até altas horas trabalhando. Mas, com o tempo, fui aprendendo a me organizar melhor e com o crescimento da Areia aprendi muita coisa e encontrei parceiros que me ajudam para o processo fluir.

areia cangas2

8- Como é a sua rotina, desde que você acorda até a hora de dormir?

Olha, de rotina que eu tenho é: sair de casa, ir trabalhar, ir para o crossfit e voltar para casa. Mas o meio tempo ali no trabalho eu até tento criar uma rotina, mas as coisas mudam em questão de minutos, por isso eu crio um agenda do dia para não me perder. Essa dica é válida, no final do dia eu sempre penso no que eu preciso fazer no dia seguinte e separo por blocos, exemplo: de manhã vou ler e-mails, arrumar a pauta de redes sociais, à tarde tal coisa e fim do dia outra coisa. Sério, isso me ajuda muito!

9- Onde você busca inspiração para os seus trabalhos na Areia e na agência? (podem ser livros, sites, lugares, marcas, etc)

A maioria das minhas inspirações vem da Internet, gosto muito de pesquisar. Se desse, eu passava o dia inteiro pesquisando no Pinterest e no Behance. Eu gosto de site que vai me levando para outros sites e assim vai, aquela pesquisa que nunca tem fim. E, para a vida, gosto muito de ler livros, frases e o que postam no LinkedIn, assim eu lembro que nunca estou sozinha nessa.

Acompanhe o trabalho da Natasha com as lindas Areia Cangas por aqui: Instagram e E-commerce.

Comentários

Comentários